A SERVALESA desenvolve projectos de investigação e desenvolvimento tecnológico próprios e em colaboração com Centros de Investigação e Universidades. 

Consciente do papel fundamental de I+D+i na evolução da empresa, SERVALESA conta com um departamento próprio de I+D+i, constituído por investigadores com formação em diversas áreas científicas. A constante atividade deste departamento está na base do crescimento de SERVALESA desde as suas origens, sendo responsável pelo desenvolvimento de todos os seus produtos, e convertendo-nos ao mesmo tempo em pioneiros em soluções biosustentáveis para o agricultor.

Entidades colaboradoras

ESTA COLABORAÇÃO PERMITE O DESENVOLVIMENTO E A EVOLUÇÃO DOS NOSSOS PRODUTOS, PARA OS ADAPTARMOS ÀS NECESSIDADES ATUAIS

Neste sentido, SERVALESA tem vindo a desenvolver desde 2008 diversos projetos de I+D+i em colaboração com IVIA, o IDM da Universidade de Valencia, e com o CISDAV da Universidade de Girona, ao abrigo dos programas de financiamento do Centro para o desenvolvimento Tecnológico Industrial (CDTI), organismo dependente do Ministério da Economia e Competitividade.

Estes projetos foram registados com os números IDI20080577, IDI20110900 e IDI20130030, e têm como objetivo fundamental colocar à disposição do agricultor produtos destinados a mitigar os efeitos causados por diferentes tipos de stress nos cultivos, tanto de origem biótico como abiótico, que ofereçam uma eficácia adequada, e não sejam residuais, com um impacto ambiental mínimo, e cujo perfil toxicológico seja favorável para os usuários e consumidores dos produtos agro-alimentares tratados com os nossos produtos.